sexta-feira, 13 de junho de 2014

Trilha Sonora de O filme de Carlinhos

No meses  de Janeiro e Fevereiro de 2014, eu e meu filho Davi Lisboa tivemos uma experiência excepcional. Estivemos cara a cara com o cinema profissional. Ele protagonizou um filme e eu fiquei colada o tempo todo admirando o processo de oficina e gravação do curta-metragem O filme de Carlinhos.
.
Sonhei muito em ver a gravação da trilha sonora, mas não foi possível. Meu coração estava lá, em cada nota entoada. Meu coração estava lá dentro dos corações de Henrique Filho e Edson Bastos , respectivamente Diretor e Assistente de Direção.  Nunca vi uma orquestra ao vivo. Eu louca por música, e pelo fazer artístico!  Não deu pra ir. Cheguei um dia após. Poxa vida! E Davi que também é um pianista iria se deparar pela primeira vez com uma orquestra. Em suma. Não vi ao vivo a gravação da trilha sonora. Mas confesso que me emocionei quando recebi  o e-mail da Voo Audiovisual com o vídeo e as fotografias! Chorei!  Uma gestação, um pulsar constante, uma ansiedade e uma torcida muito grande pra que tudo dê certo. Não por ser meu filho o ator protagonista. Torço porque o fazer artístico é mágico, é transcendental, é rico, é fantástico. Torço pela arte, em nome da arte e em nome dos artistas. 
Veja um pouco sobre o filme numa postagem que fiz em janeiro :  Davi Lisboa e O filme de Carlinhos
"O curta-metragem O filme de Carlinhos, dirigido por Henrique Filho e produzido pela Voo Audiovisual, tem a trilha sonora original realizada em parceria com o NEOJIBA – Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia. O filme conta a história de Carlinhos (Davi Lisboa), garoto sonhador e apaixonado por cinema, que quer fazer um filme de terror na pequena cidade onde mora, Ipiaú, no interior da Bahia. Com ajuda dos seus amigos da escola e estímulo do dono de uma videolocadora, Seu Joaquim (Fernando Fulco), Carlinhos se dedica para realizar seu sonho.


                          

Produtor Executivo, Edson Bastos afirma que pensou na possibilidade da parceria quando vislumbrou um mesmo objetivo entre o filme e o NEOJIBA. “O curta fala sobre o sonho de fazer aquilo que se ama, e em ambos os casos, a arte, seja por meio da música ou do cinema, é a mola propulsora que leva esses jovens a serem os protagonistas das suas histórias”.
OFDC - Trilha NEOJIBA 1 - Foto Henrique Filho
NEOJIBA
Foto: Henrique Filho
Aline Falcão, Jamberê Cerqueira e Caio Azevedo, integrantes do Grupo de Composição do NEOJIBA, realizaram a tarefa de compor uma trilha original. O grupo criou 13 faixas que foram gravadas por integrantes da Orquestra Juvenil da Bahia, tendo como regente Yuri Azevedo. “A gente soube que foi uma proposta de parceria, passada por Eduardo Torres, nosso diretor musical, então foi interessante porque a gente abraçou a proposta em equipe e aqui no NEOJIBA isso é muito forte, a construção coletiva.  E quando a gente foi se envolvendo com a idéia, com os sentimentos e com o próprio filme, foi tudo contagiante e mergulhamos nesses sentimentos. É uma experiência nova, é a primeira vez que pelo menos eu estou trabalhando com trilha. Nasceu e foi tudo muito rápido, então teve esse fogo, uma coisa de criatividade, de desejo e de vontade de fazer”, afirma Aline, integrante do grupo de composição.
OFDC - Trilha NEOJIBA 4 2
Integrantes do Grupo de Composição: Caio Azevedo, Jamberê Cerqueira e Aline Falcão
Foto: Henrique Filho
O Diretor do filme Henrique Filho conta que ficou emocionado ao acompanhar o processo de gravação, que contou com 40 músicos e aproximadamente 20 tipos de instrumentos diferentes. “Realmente não imaginava que seria possível, mas sentia um forte desejo que a trilha deste curta fosse orquestrada. Acho que tem a cara do projeto e com a concepção de linguagem que o curta pede. E fiquei muito orgulhoso pelo trabalho realizado pelos compositores. A trilha ficou realmente muito emocionante, assim como a dedicação, organização e o trabalho de todos os envolvidos do NEOJIBA.”.
Sobre NEOJIBA: Programa prioritário do Governo da Bahia e pioneiro no Brasil, gerido pelo Instituto Ação Social Pela Música – IASPM, com manutenção da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza – SEDES e apoio do Teatro Castro Alves, o NEOJIBA é fundamentado no “El Sistema”, reconhecido programa venezuelano criado em 1975 e que hoje conta com mais de 350 mil jovens e crianças e mais de 180 orquestras em todo o país. O diretor-fundador do NEOJIBA é o músico baiano Ricardo Castro.
Sobre o Grupo de Composição do NEOJIBA: Foi criado em 2012, conta com 03 membros e realizou apresentações no TCA. O Grupo de Composição oferece aos músicos a oportunidade de se capacitar e ter experiência prática em outras áreas da atividade musical que não apenas a performance."

Texto retirado do endereço:

É só clicar AQUI e ver a NEOJIBA e O filme de Carlinhos.

domingo, 8 de junho de 2014

Reciclagem na Bandeja de Isopor


Com os alunos do 7º Ano A e B da Escola Lessa de Moraes  foram  trabalhados a reciclagem da bandeja de isopor com o tema COPA 2014. 

Os alunos munidos de tinta e pincel deram cores as suas bandejas. 

Uma dica importante.Depois de seco é sempre bom passar uma cola na pintura, pra substituir o verniz.
     

Cada um expôs a sua criatividade nas bandejas que também fazem parte da ornamentação da escola.
















































Saias de TNT e Mamãe Sacode

A turma do 9º Ano B da Escola Lessa de Moraes apresentarão um coreografia e se caracterizarão de meninas de torcida organizada. De maneira prática organizamos, a professora Mirian e eu, as tiras de tnt e os elásticos para a montagem do modelito.

SAIA DE TNT 




Foram cortadas tiras de tnt com 50 centímetro de cumprimento e 15 de largura. Usamos o elástico de 2cm de largura medidos na cintura de cada aluna.  Pra esse tipo de arte, não precisamos usar costura. Somente é dado um nó do tnt no elástico . Veja como no video.




Saia pra torcida organiza- Minhas alunas  supimpas!



video

Para os mamãe-sacode, utilizamos 15 cm de laergura de tnt e 30 centímetro de cumprimento. Cortamos 2 pedaços de cada cor. Veja na figura abaixo:



Depois enrolamos o tnt no pedaço de madeira (cabo de vassoura) com fita durex larga.


Com tiras de tnt de 5 cm de largura, e 40 de cumprimentos, forramos o cabo de madeira.


Com barbantes reforçamos o tnt na madeira para que ao sacudir, o mamãe-sacode não se deforme.



Assim ficaram nossas mamães -sacode:







Bandeiras Recicladas - Copa 2014


Durante as aulas de artes no 9º Ano A e B a tarefa foi :Reproduzir as bandeiras dos países que participarão do munidal de futebol 2014 em forma circular, utilizando papelão como a base, papel madeira branco , tinta guache, e corda de nylon. 


Dividi a turma em oito grupos. Cada grupo recebeu quatro bandeiras para confeccionar. Um papelão serviria pra duas bandeiras. Cada lado uma bandeira.


A galerinha acata logo o desafio.Com materiais e mãos, desenvolvemos a atividade. Tivemos como base para o círculo, as tampas das lixeiras. Depois de uma boa lavada obrigatório, utilizamos nosso molde para riscar os papelões.  Em seguida, foi dado o corte. Dvidimos o papel madeira e começamos a pintura.

Desenho

Corte









Os alunos foram responsáveis pela direção das tarefas em grupo.  Fiquei somente monitorando-os. 

Pintura

Desenho










Depois de tudo seco e colado, as bandeiras foram dependuradas nos corredores da escola. O resultado ficou muito bacana. O efeito giratório que o vento promove deixou tudo muito lindo. 













Meus alunos estão de parabéns!  Essa turma está sempre disposta a fazer o melhor. Fico feliz por eles viajarem comigo nas ideias mais loucas que me surgem. Feliz por corroborarem com  os meus devaneios. Um colar de beijos pra todos!